24 de janeiro de 2009

História da educação no Brasil-Período da Abertura Política aos dias de hoje.

O Projeto de Lei da nova LDB foi encaminhado à Câmara Federal, pelo Deputado Octávio Elisio em 1988, o Senador Darcy Ribeiro apresenta um novo Projeto que acaba por ser aprovado em dezembro de 1996, oito anos após o encaminhamento do Deputado Octávio Elisio. O Governo Collor de Mello, em 1990, lança o projeto de construção de Centros Integrados de Apoio à Criança - CIACs, a fase politicamente marcante na educação, foi o trabalho do Ministro Paulo Renato de Souza à frente do Ministério da Educação que através de uma Medida Provisória extinguiu o Conselho Federal de Educação e criou o Conselho Nacional de Educação, deixando-o menos burocrático e mais político.

Vivemos um momento produtivo em relação a projetos na área de educação que são:

Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério - FUNDEF

Programa de Avaliação Institucional – PAIUB

Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica - SAEB

Exame Nacional do Ensino Médio - ENEM

Parâmetros Curriculares Nacionais – PCNs.

Exame Nacional de Cursos – ENC

A colonização brasileira teve características de exploração e a educação serviu para esse fim, a educação é o pilar da transformação e formação do indivíduo, sendo assim foi(é) usada para os interesses de uma minoria, primeiros aos interesses europeus, mais tarde aos interesses de um governo militar, percebendo a educação com esse poder devemos hoje estudar meios de trabalhá-la como um meio de construir uma sociedade melhor, podemos refletir na possibilidade dessa afirmação, perguntando: -Não seria isso uma utopia? Quem tem os meios de trabalhar a educação e é preciso nos colocar nesse ínterim, é o proprietário desse “status quo”, o que seria trabalhar contra em certo sentido dos nossos interesses.

A explanação acima foi feita não como uma altercação, mas como uma lembrança que para deixar de ser utopia, é preciso partir para ação, no mundo globalizado, percebemos que melhorando a qualidade de vida do outro, também se melhora a nossa qualidade de vida, com a educação diminui-se a violência, a corrupção, nesse aspecto esse “desserviço”, ou seja, as mudanças do “status quo”, são melhorias para todos os setores.

Cursos de Projetos Educacionais
http://www.portaleducacao.com.br/pedagogia/cursos/43/curso-de-projetos-educacionais/afiliado/5356

Um comentário:

Anônimo disse...

Será que a educação tem mesmo essse potencial de melhor a qualidade de vida? No que diz na diminuição da corrupção, os políticos de alto escalão responsáveis por tal façanha não são todos, ou a maioria, letrados?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...