10 de outubro de 2008

Mensagem subliminar

A figura do post anterior é (segundo a fonte) um exemplo de mensagem subliminar, e o blog estudando psicologia foi estudar, existe realmente isso de mensagem subliminar.


"...Considera-se subliminar qualquer estímulo que não é percebido de maneira consciente, pelo motivo que seja: porque foi mascarado ou camuflado pelo emissor, porque é captado desde uma atitude de grande excitação emotiva por parte do receptor, (...) porque se produz uma saturação de informações ou porque as comunicações são indiretas e aceitas de uma maneira inadvertida" (Ferrés. "Televisão subliminar" p.14).


Segundo Bazanini e Calazans, “Subliminares são mensagens-estímulos-comandos-sugestões que entram na mente de contrabando, como um vírus de computador que fica inerte, latente, e só seriam ativados na hora certa influenciando-condicionando processos decisórios ou tomada de atitudes posteriores”.


Os autores citam alguns exemplos:

A inserção de dois fotogramas com fotos de uma mulher com os seios nus no desenho animado da Disney “Bernardo e Bianca”, diversas vezes reprisado em televisão aberta e a cabo, conforme a Folha de São Paulo de 15 de janeiro de 1999, “Pela primeira vez na história da companhia, a Disney admitiu ter encontrado imagens subliminares num de seus filmes de animação”.
A cena acontece aos 28 minutos do filme e é imperceptível sem que se pare no quadro a quadro.
Dois sites da Internet iniciaram a polêmica, um deles foi http://www.entertainium.com/francais/video/rescuers2.html, graças a eles, a Disney foi obrigada a recolher 3,4 milhões de fitas em locadoras de vídeo nos USA.





Outro caso ocorreu em setembro de 2000, no decorrer da campanha presidencial norte-americana, o candidato republicano à eleição, George Bush, em um filme de televisão veiculou críticas ao programa do candidato democrata Al Gore.
Ao criticar o sistema de reembolso de remédios, a equipe de publicitários de Bush) inseriu, em um “frame” (uma divisão de tempo de varredura da tela equivalente a uma parte entre trinta divisões de um segundo, 1/30 de segundo) a palavra “RATS” (ratos) sobreposta à frase “bureaucrats decide”.



Segundo Osmar Freitas, correspondente em Nova York, na revista "ISTO É", n.1616 de 20 de setembro de 2000, página 118: “Caracterizava-se, assim, um dos mais clamorosos exemplos de propaganda subliminar jamais descobertos”.
Este fato foi amplamente noticiado e documentado em rádio e televisão brasileira, incluindo matérias em jornais conceituados como "O ESTADO DE SÃO PAULO" (“Bush é acusado de usar propaganda subliminar” 13 de setembro de 2000, A15) e "FOLHA DE SÃO PAULO" (“Bush é acusado de propaganda subliminar” 13/9/200), ambas matérias distribuídas pela renomada e fidedigna agência de notícias Reuters.

EXISTE,
MAS FUNCIONA?


Fonte:
BAZANINI, R., CALAZANS,F. M. A. História da retórica subliminar na televisão: Casos das Signagens Subliminares nas Mídias Áudio-Visuais do Século XX.

Mais sobre mensagens subliminares

http://www.calazans.ppg.br/c_ci01.htm

2 comentários:

sandro disse...

imagem subliminar é um assunto muito falado ultimamente

Anônimo disse...

O conceito de subliminar é anterior a este termo, a palavra "subliminar" teria sido criada por Frederic William Henry Myers, 1843–1901, entretando, a teoria explicando o processo existe desde a grécia antiga citadas por Aristóteles no livro PERVA NATURALIS, por Demócrito e muitos outros; Haveria até mesmo registros de pesquisas experimentais empíricas com subliminares desde Pierre e Jastrow em 1884, com base em teorias de filósofos como Locke, Leibnitz, Helveticus, Helmholtz e James; e Étiene Bonnot de Condillac em 1746 teria sido o primeiro filósofo a descrever como as impressões do mundo exterior recebidas sem consciência afetam estados de ânimo, mas o conceito existe desde os gregos, citado por Demócrito, Epicuro e outros filósofos, as pesquisas iniciaram-se na área da Medicina, em PSIQUIATRIA, experimentos conduzidos em laboratório com "grupo de controle" em universidades da Europa, mas somente com Vicary o conceito foi incorporado ao vocabulário da mídia e popularizado até a banalização. Ver www.calazans.ppg.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...