13 de novembro de 2015

Testes Psicológicos


A Resolução CFP n.º 002/2003 define testes psicológicos como: Art. 1º - Os Testes Psicológicos são instrumentos de avaliação ou mensuração de características psicológicas, constituindo-se um método ou uma técnica de uso privativo do psicólogo, em decorrência do que dispõe o § 1°do Art. 13 da Lei n° 4.119/62.

Parágrafo único. Para efeito do disposto no caput deste artigo, os testes psicológicos são procedimentos sistemáticos de observação e registro de amostras de comportamentos e respostas de indivíduos com o objetivo de descrever e/ou mensurar características e processos psicológicos, compreendidos tradicionalmente nas áreas emoção/afeto, cognição/inteligência, motivação, personalidade, psicomotricidade, atenção, memória, percepção, dentre outras, nas suas mais diversas formas de expressão, segundo padrões definidos pela construção dos instrumentos.

Classificação dos Testes psicológicos:

1.    Segundo o método utilizado:

Psicométricos: é aquele cujas normas gerais utilizadas são quantitativas, o que quer dizer que o resultado é um número ou medida
Projetivos: São aqueles cujas normas são qualitativas, ou seja, são testes menos objetivos. O resultado se expressa através de uma tipologia

Curso de Psicodiagnóstico

2.    Segundo a Finalidade:

Testes de Velocidade, ou Rapidez: Os testes puros de velocidade medem a rapidez de raciocínio ou execução de determinada tarefa, caracterizam-se pelo tempo certo de administração e pelo fato de serem homogêneos, isto é, medirem o mesmo fato comum em todos os itens muito fáceis para se ter como variável apenas a rapidez de execução
Testes de Potência, ou Nível: São aqueles que medem, não a rapidez da execução, mas a qualidade da mesma, avaliam a potencialidade do indivíduo em relação a alguma característica.

3.    Segundo a Influência do Examinador

Pessoais: Casos em que é extremamente necessária a presença do examinador para explicar a tarefa, observar atitudes, etc., sua personalidade e sua conduta influem consideravelmente no resultado
Impessoais: O examinador se limita a administrar o rapport, geralmente esses testes são auto-administrados ,pois vêm com instruções impressas, cabendo ao examinando apenas segui-las para respondê-las

4.    Segundo o Modo de Administração:

Individuais: Aquele que exige apenas a presença de um examinador e um examinando
Coletivos: São realizados em grupo, apresentando como vantagem a economia de tempo
Autoadministrados: Testes que possuem instruções na capa, não determinam tempo e dispensam a presença de um aplicador

5.    Segundo o Atributo Medido

Aproveitamento ou realização: Os testes de aproveitamento servem para medir o grau de eficiência na realização de uma tarefa aprendida, O objetivo é medir, objetivamente, o conhecimento que o indivíduo adquiriu sobre algo, em relação ao seu grupo
Aptidão: Medem o “potencial ” do indivíduo para aprender ou realizar uma tarefa.
Personalidade: Os testes de personalidade medem as características de personalidade propriamente ditas, que não se referem aos aspectos cognitivos da conduta


 Referências Bibliográficas:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...